Os Bombeiros Militares de Campos Novos pararam por um minuto em posição de continência, nesta segunda-feira 9/10, em homenagem aos mortos na tragédia de Descanso. O acidente completa dez anos e vitimou 27 pessoas, sendo quatro Bombeiros Militares e um Comunitário. 

Histórico do acidente 

O dia 09 de outubro de 2007 ficou marcado na história de Santa Catarina, com a sequência de dois acidentes na BR-282, que deixou 90 feridos e 27 mortos, entre eles cinco Bombeiros que trabalhavam na ocorrência. 

A tragédia ocorreu nas proximidades da ponte sobre o Rio das Antas, por volta das 19h. O primeiro acidente foi o resultado de uma colisão frontal, quando uma carreta de Frederico Westphalen (RS), tentava fazer uma ultrapassagem e bateu de frente com um ônibus, que transportava pessoas que voltavam de um show em Chapecó, para São José do Cedro, gerando seis vítimas.

Cerca de duas horas após o primeiro acidente, enquanto Bombeiros Militares e Policiais, jornalistas e também moradores da região prestavam socorro às vítimas , uma carreta carregada de açúcar, sem freio e em alta velocidade atingiu os carros parados na rodovia, gerando um segundo acidente e vitimando mais 16 pessoas.

Nesta colisão morreram 27 pessoas, entre elas os seguintes Bombeiros Militares:

*Cabo BM Leonir Francisco Bagatini (43 anos);

*Cabo BM Roberto Inácio Borgheti (41 anos);

*Cabo BM Evandro Daltoé (31 anos);

*Soldado BM Carlos Roberto Françozi (34 anos); e

*Bombeiro Comunitário Élio Moss (33 anos).