A Secretaria de Estado de Agricultura, por meio dos técnicos da Cidasc, produtores rurais e do Sindicato dos Produtores Rurais de Campos Novos, querem garantir sanidade para todos os cerca de 800 animais que passarão pela EXPOCAMPOS. Todos os animais expostos passarão por exames de controle de tuberculose e de brucelose bovina, doenças infecciosas de grande impacto para a cadeia da pecuária bovina, pois, além de determinarem sérios prejuízos diretos e indiretos ao sistema produtivo, constituem importantes zoonoses.  O Secretário Adjunto da Agricultura e da Pesca do Estado de Santa Catarina, Athos Almeida Lopes Filho, explica que todos os animais serão testados e negativados para tuberculose e brucelose. Ele observa que o índice de tuberculose e de brucelose em Santa Catarina, é muito baixo, destacando que já são 18 anos que Santa Catarina é livre de febre aftosa com vacinação.

Jornalismo Cultura FM