Mauro Marini, Deputado Federal, presidente do PMDB acompanhado de outros líderes estaduais do partido, seguindo o roteiro “15 em Movimento”, criado para ouvir segmentos estratégicos, a fim, de levantar as principais demandas e oportunidades na região, esteve nesta sexta-feira (4), em Campos Novos.

Entre as propostas defendidas por Mariani, estão os pré-candidatos do partido ao governo do estado, além de propostas na saúde, segurança e infraestrutura.

Segundo o presidente, o PMDB terá candidato ao governo, sem aliança com PP e PT, ou seja, para 2018 o PMDB terá candidatura própria.

Quando questionado em relação ao voto favorável ao arquivamento da abertura de investigação do presidente Michel Temer, Mariani disse que “Não podia ser diferente, se aprovado a saída de Temer, daqui a seis meses teríamos mais um presidente e depois outro. Totalizando fora o Michel Temer, mais três presidentes em um ano e meio, isso seria prejudicial à estabilidade do Brasil”.

Participam da agenda do partido em Campos Novos, além do presidente estadual, os Deputados Federais Celso Maldaner e Valdir Colatto, o Deputado Estadual Romildo Titon, o vice-presidente da Agência de Fomento de Santa Catarina - Badesc, Justiniano Pedroso, entre outras lideranças.

Durante o roteiro, a comitiva visitou a empresa Coopercampos, reuniu-se com empresários na Câmara de Dirigentes Lojistas  - CDL, finalizando a visita com um encontro partidário da região nas dependências do Poder Legislativo de Campos Novos.